Informações

Pequena empresa: Veja como avaliar o valor de mercado

Cotações e Índices

Moedas - 04/08/2020 16:39:29
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,298
  • 5,300
  • Paralelo
  • 4,900
  • 5,380
  • Turismo
  • 5,270
  • 5,590
  • Euro
  • 6,250
  • 6,253
  • Iene
  • 0,050
  • 0,050
  • Franco
  • 5,798
  • 5,803
  • Libra
  • 6,924
  • 6,928
  • Ouro
  • 343,110
  •  
Mensal - 03/08/2020
  • Índices
  • Mai/20
  • Abr/20
  • Inpc/Ibge
  • -
  • -
  • Ipc/Fipe
  • -
  • -
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -
  • Igp-m/Fgv
  • -
  • -
  • Igp-di/Fgv
  • 1,00
  • -
  • Selic
  • -
  • -
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 4,00
  • 4,00
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 05/Agosto/2020 – 4ª Feira.
  • ICMS | Refinador de petróleo e suas bases.
  • ICMS | Refinador de petróleo e suas bases.
  • ICMS
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Uma das dificuldades de fazer a aquisição de negócios de pequeno porte é saber como avaliar valor de mercado de uma pequena empresa.

Afinal, esse conhecimento é vital para saber identificar boas oportunidades no mercado.

Atualmente, as pequenas empresas constituem a maioria de negócios no Brasil.

Aproximadamente 99% dos 6,4 milhões de estabelecimentos comerciais no país se configuram como micro ou pequenas empresa.

Por isso, investidores de todos os tamanhos precisam aprender como avaliar valor de mercado de uma pequena empresa para descobrir excelentes oportunidades de crescimento nesse mar de negócios.

Quer aprender isso? Então siga a leitura!

Quais os principais métodos para avaliar valor de mercado de uma pequena empresa

Existem diversas técnicas diferentes de avaliação de marcas pelo mundo dos negócios.

Normalmente, o que chamamos de valuation (que é o processo de tentar traduzir em número o valor de uma empresa) costuma ser aplicado apenas em grandes negócios.

Por exemplo, estamos falando de empresas com anos de Bolsa de Valores, grande porte e, em muitos casos, atuação em mercados multinacionais.

No entanto, não dá para usar o mesmo método para avaliar o valor de empresas pequenas.

Isso porque não há tanta estabilidade de dados e de situação financeira nesses negócios.

Por isso, foram desenvolvidos alguns outros métodos para poder trabalhar a avaliação de pequenas empresas.

A seguir, você poderá conferir alguns deles.

Valor de mercado + Resultados

Um dos principais métodos para fazer o valuation de pequenos negócios é somar todos os valores de ativos de posse da empresa mais o seu resultado líquido do último ano fiscal.

Esse é um método bem conservador destinado apenas a micro e pequenos negócios mesmo.

Por exemplo, para achar o valor de uma empresa desse porte, é possível considerar todos os ativos que foram declarados no Balanço Patrimonial e ainda somar o resultado final líquido do ano anterior.

Suponha que uma pequena agência de Marketing tenha mais ou menos R$50.000,00 de balanço patrimonial com computadores, mobiliário, métodos de trabalho registrados e outros ativos, além de um resultado final líquido de R$500.000,00 no último ano.

Sua valuation, por esse método, estaria em R$550.000,00.

Resultado Descontado

Esse método é conhecido pelo acrônimo em inglês WACC (Weighted Average Cost of Capital, algo como Custo de Capital Médio Ponderado em português).

Basicamente, consiste em projetar o lucro esperado da empresa para um futuro próximo e então descontar desse valor um montante mínimo de rentabilidade para o investidor.

O investidor deve solicitar da empresa uma projeção de resultados EBITDA/Lucro Operacional para um determinado período de tempo e, então, considerar os riscos normais daquele mercado, a situação econômica projetada para o futuro e os custos de oportunidade representados pelo IPCA e CDI.

Considerando tudo isso, ele deverá estabelecer uma porcentagem de Custo de Capital Médio Ponderado para ser “descontado” do valor de resultados da empresa para o período projetado.

No fim, o investidor deve somar todos os resultados com o WACC já descontado e chegar ao valuation da empresa com base nesses dados.

Método do Base Zero

Este método de avaliação de marcas é um pouco diferente dos outros.

Nele, não se considera os resultados atuais da empresa, apenas como uma orientação de benchmark para poder criar a percepção fidedigna do estágio atual do negócio.

O objetivo do método é que o empreendedor calcule qual seria o custo para poder construir a exata mesma empresa que pretende adquirir, considerando tudo do zero.

Por exemplo, se a pequena empresa tiver uma sede de R$405.000,00, isso deve ser considerado.

O mesmo para todos os equipamentos, funcionários, carteira de clientes, linha de produção e tudo mais que a empresa conquistou.

O valor final para construir uma empresa igualzinha, mas do zero, é o valuation obtido por esse método.

Por exemplo, se for necessário investir R$1,5 milhão para poder montar uma empresa igual a que se pretende adquirir, então esse é o valor daquela marca.

O problema desse método é que ele não consegue capturar elementos de uma empresa que são um pouco mais subjetivos.

Por exemplo, há toda uma questão de marca que deve ser incluída aí (embora o efeito de branding seja menor em micro e pequenos negócios), além do impacto pessoal que alguns profissionais têm.

Um exemplo simples de entender é um restaurante: por mais que tudo seja igual, as receitas culinárias não serão.

Esses são os 3 métodos mais comuns usados por quem quer saber como avaliar valor de mercado de uma pequena empresa.

Usando-os, será possível fazer uma boa avaliação dos pequenos negócios disponíveis para os investidores, o que gerará melhores oportunidades de investimento ou de empreender.

Fonte: JornalContabil | 02/07/2020

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Copan ABC Contabilidade  |  Av. João Ramalho, 545 - Santo André SP - CEP 09030.320  |  Fone 11 4994.3111